SIGA O EM

Delegado do caso Bruno nega ter sofrido ameaças de morte

O delegado foi ouvido sobre o possível plano do ex-policial civil Marcos Aparecido, o Bola, para matar algumas pessoas envolvidas no crime que envolve o goleiro Bruno Fernandes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
Erro ao renderizar o portlet: EM - Corpo Meio - Interna Noticia

Erro: 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.