SIGA O EM

Justiça obriga Flamengo a pagar pensão ao filho de Eliza Samudio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/04/2011 19:34

Pedro Rocha Franco

O goleiro do Flamengo Bruno Fernandes das Dores de Souza, de 27 anos, terá que repassar 17,5% do salário para custear as despesas do filho da atriz Eliza Samudio, Bruninho. Decisão da juíza Maria Cristina de Brito Lima, da 1ª Vara de Família da Barra da Tijuca, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determina que o clube desconte em folha o percentual e o repasse à avó da criança, responsável pela custódia. Caso o pagamento não seja feito, haverá prazo de 10 dias para apresentação da rescisão contratual à Justiça. Ou seja, a suspensão do contrato não é suficiente para deixar de pagar os valores, como tem insistido o setor jurídico do Flamengo, que só se manifestará após ser notificado judicialmente.

Detido há nove meses por suspeita de participado da trama da morte de Eliza, o jogador não tem recebido salários. Seu contrato iria até dezembro de 2012. Solidária à situação de Bruno, a ex-esposa do goleiro, Dayanne Rodrigues, decidiu não acionar a Justiça para obter o mesmo benefício às duas filhas. O advogado Francisco Simim chegou a impetrar um pedido de extensão do benefício no TJRJ, mas a juíza orientou que fosse proposta ação independente.

Antes do envolvimento na trama do sumiço e possível morte de Eliza, Bruno levava uma vida de novo rico, ostentando apartamentos de luxo em bairros nobres do Rio de Janeiro, carros importados e propriedades valiosas. Mas a prisão e a suspensão contratual resultaram no corte de receitas, o que obrigou ao goleiro a anunciar a venda emergencial do sítio de Esmeraldas, que a polícia afirma ter sido cativeiro de Eliza, por R$ 800 mil. Suposto valor de mercado seria R$ 1,2 milhão. Três pessoas teriam manifestado interesse.