SIGA O EM

Bruno é condenado no Rio a quatro anos e seis meses de prisão

Goleiro não pode recorrer da decisão em liberdade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
O goleiro Bruno Fernandes foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão por cárcere privado, lesão corporal e constrangimento ilegal contra Eliza Samudio, ex-namorada do jogador. O processo corria no Rio de Janeiro desde outubro 2009.

O amigo de Bruno, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, foi condenado a três anos de reclusão por cárcere privado. Na sentença, o juiz Marco Couto, da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, classificou que os fatos foram inquestionavelmente comprovados. O magistrado não concedeu aos réus o direito de recorrer da decisão em liberdade.

Os dois condenados também são acusados de homicídio, sequestro e cárcere privado, ocultação de cadáver, formação de quadrilha e corrupção de menores, no processo que corre na comarca de Contagem, Região Metropolitana de BH.