SIGA O EM

MP diz que defesa tenta tirar Bruno de cena de crime

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 10/11/2010 23:29

Thobias Almeida /

As contradições no depoimento de Sérgio Rosa Sales levaram o promotor Gustavo Fantini e assistentes da acusação a reforçarem a convicção de que trata-se de uma manobra da defesa para tirar Bruno da cena do crime . As manifestações do acusado levaram a uma manifestação inusitada da magistrada que comanda o processo.. Marixa Rodrigues se dirigiu a Sérgio e disse que ele não precisaria mentir, mas que sabia que todos já mentiram e que ele fazia o mesmo. Um dos advogados que trabalham foi irônico ao avaliar o motivo de isentarem o jogador em juízo:. “Ele, livre, é a galinha dos ovos de ouro", afirmou, referindo-se aos ganhos já obtidos profissionalmente por Bruno. Macarrão, ao tomar conhecimento do teor das declarações teve uma crise nervosa.

O promotor Fantini, porém, não crê que isso venha a mudar os rumos do processo. Sales, ao depor, pediu à juíza que lesse a carta de Dayanne de Souza, apresentada na segunda-feira por Fantini. O texto pinta Macarrão como o maestro da trama, além de elevar a ex-mulher do jogador à condição de salvadora do bebê. Sérgio ressaltou que, na conversa travada com Dayanne, mencionou que Luiz Henrique Romão queria, na verdade, sumir com a criança, e não matar, como dizia a correspondência.

Já Ércio Quaresma voltou a criar polêmica, ao acusar Edson Moreira de ter enviado a Bruno, por meio de Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, um recado: R$ 2 milhões em troca de ser excluído no inquérito policial. A mesma denúncia foi feita por um filho de Bola no dia 7 de outubro, em uma audiência de instrução em Vespasiano. O ex-policial civil, também preso, é apontado como o homem que matou Eliza por estrangulamento, esquartejou-a e jogou partes do corpo a cães. Edson Moreira disse que não comentaria qualquer declaração de Quaresma.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
val
val - 11 de Novembro às 14:47
Qto a gastar nosso dindim, veja os impostos que pagamos e a cpmf voltando e pessoas políticas extraviando dinheiro de merendas isso sim tirando nosso dinheiro.(P/ elmo correa)
 
val
val - 11 de Novembro às 14:45
Elmo correa, vc não deveria estar vivendo no Brasil e sim lá no irã com esse pensamento de idade média. Leia história pra vc ter certeza se aqueles que foram torturados falavam a verdade ou se diziam qq besteria para sair da inquisição. Lamentável pensar dessa forma em pleno 2010.
 
vera
vera - 11 de Novembro às 11:37
eu estou falando... a dias isso, estao mesmo tirando o bruno da cena, e se a policia nao tem provas materias q incriminem de fato o bruno, sinto muito, mas ja era, ele vai mesmo pra rua, sem corpo nao ha morte... eles mudaram a estrategia...
 
Sebastião
Sebastião - 11 de Novembro às 11:20
Eu não o conheço pessoalmente,só pela TV,mas sinceramente o Delegado Edson Moreira,parece ser uma pessoa séria,ao contrário do Advog.de Bruno,que mais parece um tremendo pikareta,que cria a cada momento uma ficção e muita asserção falsa,do tal Advogado de Bruno que vive com sensações inebriantes !!
 
elmo
elmo - 11 de Novembro às 09:33
se der uma torturadinha no quaresma tambem ajudaria bem rsrsrsrsrsrsrsr
 
elmo
elmo - 11 de Novembro às 09:29
desculpem-me os defensores de plantao (que gostam de bandidos) com o pau de arara, choque eletrico, agulha sob as unhas e etc este caso ja teria se resolvido e nao estariam mais gastando nosso dimdim em vao kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk