SIGA O EM

Família de Bruno faz acusações ao advogado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/10/2010 07:28 / atualizado em 07/10/2010 08:03

A avó do goleiro Bruno, duas tias e dois primos do jogador que acompanhavam a audiência na quarta-feira, no Fórum de Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, acusaram o advogado do atleta, Ércio Quaresma, de ter ameaçado a família de morte, caso o goleiro desista de ser defendido por ele. Segundo Estela Santana, de 80 anos, avó do jogador, os familiares estão apavorados.

"Enquanto o advogado nos faz ameaças, dizendo que vai mandar matar todo a nossa família, ele mantém o Bruno dopado. Foi ele quem comprou os remédios que o meu neto trouxe do Rio de Janeiro", denunciou a idosa. As acusações da avó de Bruno foram reforçadas pelas tias e os primos, que pediram para que não fossem identificados. "Já tentamos de tudo para tirar esse homem do processo, mas ele vai lá e convence o Bruno. Ele quer agir com mentiras, mas tudo o que queremos é a verdade. Essa situação está fora de controle", afirmou uma das tias, que afirma ter denunciado a situação ao Ministério Público.

Questionado sobre as acusações, Quaresma negou. "Eu sou o diabo, a família de meus clientes gostam é de Deus, por isso são contra a minha pessoa. Mas isso não importa, porque o Bruno tem toda a confiança no meu trabalho", argumentou. Ele afirmou que ninguém vai tirá-lo do processo. Ontem, familiares o acusaram de ter ofendido racialmente um dos irmãos de Dayanne, ao chamá-lo de “negrinho” e “macaquinho”. Foi registrado boletim de ocorrência policial.

O advogado informou que Fernanda, amante de Bruno, dependeria só de mais um voto no Tribunal de Justiça para ser libertada. (AS)