SIGA O EM

Goleiro Bruno dispensa advogado Ércio Quaresma

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
O goleiro Bruno dispensou na tarde desta terça-feira o advogado Ércio Quaresma, que defendia o atleta no processo de desparecimento e morte de Eliza Samudio. O advogado afirmou que seu escritório continuará defendendo outros acusados do crime, permanecendo com cerca de 50% do caso.

Quaresma foi até a Penitenciária Nelson Hungria, onde Bruno está preso, para conversar com o cliente sobre os motivos desta dispensa. Quaresma está certo de que os outros acusados não vão seguir os passos de Bruno e pedir o afastamento do advogado.

Bruno Fernandes de Souza, Fernanda Gomes de Castro, Dayanne Rodrigues do Carmo Souza Flávio Caetano de Araújo, Wemerson Marques de Souza, Elenilson Vitor da Silva, Sérgio Rosa Sales Camelo e Luiz Henrique Ferreira Romão, são acusados de homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, corrupção de menores, sequestro e cárcere privado. A pena máxima para eles pode chegar a 42 anos de prisão.

O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, apontado pela Polícia Civil como executor de Eliza, foi denunciado por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. A pena de Bola pode chegar a até 33 anos de prisão.