SIGA O EM

Presença de Bruno no Rio não é necessária, diz advogado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]
Antes do início da audiência de instrução e julgamento do processo que acusa Bruno e Macarrão pelos crimes de sequestro, cárcere privado e lesão corporal cometidos contra Eliza Samudio, o advogado Ércio Quaresma afirmou que não há necessidade do goleiro ficar no Rio de Janeiro. A audiência começou por volta de 15h, uma hora depois do previsto.

Quaresma afirmou que a permanência do cliente no Rio só faz sentido enquanto ocorre a audiência. Segundo o advogado, o goleiro não vai falar nada durante o evento na 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, pois tanto Bruno quanto Macarrão foram convocados apenas para acompanhar o depoimento das testemunhas.

Bruno e Macarrão vão ficar no presídio de Bangu II, possivelmente por 30 dias. Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) do Rio de Janeiro, eles vão ficar isolados, sem contato com os outros presos.

Confira a entrevista com Quaresma:

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Nilson
Nilson - 07 de Setembro às 12:11
O que esse Quaresma diz não merece confiança. Ele disse que a namorada de Bruno se apresentaria em escola de samba, está presa. Disse que Bruno seria solto, está preso. Disse que Bruno não iria para o Rio, está preso lá. Disse que a Elisa está viva, só que ela não é encontrada nunca.
 
Sebastião
Sebastião - 03 de Setembro às 11:51
Secretária da 2ª Vara de Toxicos BH.CERTIDÃO.Ércio Quaresma OAB 56311,desacatou Juiz Tit.da Vara,diante do ocorrido foi feita prisão em flagrante d Ércio Quaresma,ele foi retirado da Sala Aud. por Policiais Militares,p/lavrar o FLAGRANTE.Referido é verdade e deu fé.BH.31/08/2011Esc.Fatima H.Silva.
 
MARIA
MARIA - 26 de Agosto às 21:32
Olha, é TRISTE pedir autógrafo de um assassino cruel e frio como o Bruno!
 
barbosa
barbosa - 26 de Agosto às 17:52
http://noticias.uol.com.br/album/100826_album.jhtm?abrefoto=41 Funcionário da Vara Criminal de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, mostra autógrafo que pediu ao goleiro Bruno Souza, antes de audiência sobre o desaparecimento de Eliza Samudio
 
andrealis
andrealis - 26 de Agosto às 17:51
Claro que não faz sentido... Não há nada provado... Acorda meu povo..Não é tão difícil interpreta a LEI.