SIGA O EM

Transferência de Bruno e Macarrão gera expectativas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/08/2010 08:15 / atualizado em 26/08/2010 11:53

Priscila Robini /

A transferência do goleiro Bruno Fernandes e Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, para o Rio de Janeiro, gera expectativas na manhã desta quinta-feira na Grande BH. Os dois estão presos na Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, e serão transferidos para o Complexo Penitenciário de Bangu. Eles ficarão à disposição da Justiça do Rio por 30 dias.

Bruno e Macarrão vão participar das audiências do processo em que são acusados dos crimes de sequestro, cárcere privado e lesão corporal contra Eliza, ocorridos em outubro de 2009, segundo a polícia.

No início desta manhã, cinco viaturas do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) chegaram à Nelson Hungria. Elas participaram do comboio que transportou Bruno e Macarrão para o Aeroporto da Pampulha. No hangar da Polícia Civil os dois acusados embarcam em um avião da polícia com capacidade para 11 passageiros, incluindo piloto e copiloto.

A aeronave vai pousar no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Bruno e Macarrão participarão à tarde da primeira audiência do processo presidida pelo juiz Marco José Marcos Couto, na 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá.

Nesta tarde serão ouvidas as testemunhas de acusação, entre elas, uma amiga de Eliza, uma delegada de polícia, um policial e funcionários do hotel onde a vítima esteve hospedada, na Barra da Tijuca. Também devem ser ouvidas ao longo dos 30 dias de julgamento, as 14 testemunhas de defesa, entre elas, o craque Zico, o ex-técnico do Flamengo Andrade e a presidente do clube, Patrícia Amorim.