SIGA O EM

Julgamento do Caso Bruno pode ocorrer apenas em 2013

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 30/07/2010 07:07 / atualizado em 30/07/2010 11:01

Ernesto Braga

A conclusão do inquérito aberto pelo Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP) para apurar o desaparecimento e suposto assassinato da modelo Eliza Samudio é apenas o primeiro passo para o desfecho do caso que chocou o país e ganhou repercussão internacional. O julgamento do goleiro Bruno Fernandes de Souza, apontado como mentor do crime, e dos demais envolvidos deve demorar cerca de três anos para ocorrer, segundo o experiente promotor Francisco de Assis Santiago, do 1º Tribunal do Júri.

Depois da conclusão do inquérito, o passo seguinte é encaminhá-lo ao Fórum de Contagem, na Grande Belo Horizonte, que o remete ao Ministério Público Estadual (MPE). A promotoria define se faz a denúncia imediata ou se pede novas diligências para aprimorar os autos. Se remetida ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o juiz recebe a denúncia e convoca todas as testemunhas para serem ouvidas. Em seguida, é a vez dos réus. Como são muitos os suspeitos, a causa deve se arrastar ainda mais. Cada réu tem o direito de chamar até oito testemunhas, e o MP, também oito. Depois de todos os depoimentos, é definida a data do julgamento. O resultado é passível de recurso.

O adolescente J., representado (denunciado) pelo promotor Leonardo Barreto Moreira Alves, da Vara da Infância e Juventude de Contagem, por sequestro e cárcere privado e homicídio triplamente qualificado de Eliza, poderá ter sua sentença conhecida nesta sexta-feira. No entanto, o juiz Elias Abdou Obeid, do Juizado da Infância e Juventude de Contagem, tem 45 dias, contados a partir do depoimento do menor, no dia 13, para finalizar o processo.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Julio
Julio - 01 de Agosto às 17:44
Fernando Nazareth: o certo deve ser estrupo né?! Para corrigir os outros, aprenda a escrever primeiro
 
Lauro
Lauro - 31 de Julho às 17:33
Será abandono pelo fato da Filha proceder mal, quantos filhos abandonam o lar a procura de uma aventura ou até tentar o melhor!, Eliza está morta, o pai é acusado de um outro crime, ainda não foi condenado! Ele que corra atráz do direito de tentar uma nova vida para o neto! O Bruno tem, ele paga!
 
rogerson
rogerson - 31 de Julho às 00:25
agora começa a disputa pela grana,kkkkk o pai que nao é pai ou a mae que deu fora quando a filha ainda bebe
 
carlos
carlos - 30 de Julho às 22:52
Imaginem se o Bruno não mandou matar a Elisa, mas o macarrão fez por conta própria? O Bruno ser condenado a 30 anos de cadeia, fica lá na faculdade da marginalidade e, sai, vai ser fazer o que da vida? Assaltar sua casa, matar?...grande coisa que o Estado vai produzir pra sociedade.
 
carlos
carlos - 30 de Julho às 22:45
Um dia, somente um dia, quem sabe? Em um mundo ideal, este público ávido de pseudo-justiça/moralidade irá perceber que muitas vezes alguns editoriais jornalísticos são meras opiniões a respeito de determinados assuntos, por vezes, com uma diversidade de interesses ocultos no relato. Julgaram o goleir
 
carlos
carlos - 30 de Julho às 22:44
É de admirar jornalistas, que se batem pelo diploma e pela ética perdendo a excelente oportunidade de mostrar serviço. Num momento desses, dever-se-ia demonstrar a função civilizadora da imprensa, mostrando como se deve conduzir um processo criminal, como se devem evitar os pré-julgamentos, como se d
 
Helinho
Helinho - 30 de Julho às 21:40
Vcs aki do portal sao engracados, estao deletando, as minhas menssagens por eu estar falando a verdade, sera se vcs estao do lado dos assassinos? mim responda por favor, obrigado.
 
Antonio
Antonio - 30 de Julho às 19:49
Assim como no caso Nardoni, esse caso a defesa adotou uma estratégia não muito convincente, pois por meio da materialidade indireta eles podem ser condenados.
 
Antonio
Antonio - 30 de Julho às 19:43
O Sérgio Sales deu um tiro no pé, pois, apesar de ajudar a Polícia, foi indiciado. Isso demonstra a falta de estratégia de sua defesa.
 
JAIR
JAIR - 30 de Julho às 18:16
Ki alivio, pediu tb a prisao da amante, Meu Deus ki alegria ao ver qeu todos irao ser presos, Srs Magistrados aceitem imediatamente a prisao de Todos. Juri Popular em breve, Adeus cambada de assassinos, troquem de advogados e mesmo assim nao tera jeito , Leva a Eduarda e adriana e alguns outros ..
 
Fernando
Fernando - 30 de Julho às 17:28
Eduarda Nascimento: Desculpe, mas "ESTUPRO" já é ruim, agora, "ESTRUPRO" deve ser ainda pior... corrija-se.
 
Fernando
Fernando - 30 de Julho às 17:23
Antonio Neris: "instrategia" é dose...
 
Solange
Solange - 30 de Julho às 15:11
Eduarda defenda somente o Bruno! Deixa o pai da Eliza para a justiça Foz do Iguaçu. Cada caso é um caso. Parece que você esgotou seus argumentos e fica repetindo sempre as mesmas coisas. Vamos aguardar a justiça.
 
nilson
nilson - 30 de Julho às 14:27
Nossa, só tem jurista aqui hoje.
 
Antonio
Antonio - 30 de Julho às 13:24
Minha indignação diz respeito à forma sorrateira com que ele (Estado-Polícia) conduziu as investigações, expondo os presos como troféu.
 
Antonio
Antonio - 30 de Julho às 13:19
O Estado, por meio da Polícia, não assegura a integridade moral dos presos, e ainda os tortura com a demora no julgamento.
 
Antonio
Antonio - 30 de Julho às 13:15
O que me deixa mais irritado é o prazo que essas pessoas vão esperar para serem julgadas (3 anos). Nossa Justiça além de não proteger a integridade moral dos presos, ainda os TORTURA com a demora no julgamento. Isso é um absurdo!!!!!
 
Antonio
Antonio - 30 de Julho às 13:11
Se estivesse no lugar do Sérgio Sales, não cooperaria, pois, apesar disso, foi indiciado, podendo ser condenado por um crime de existência duvidosa.
 
Antonio
Antonio - 30 de Julho às 13:09
O Sérgio Sales deu um tiro no pé, pois, apesar de ajudar a Polícia, foi indiciado. Isso demonstra a falta de instratégia de sua defesa.
 
Antonio
Antonio - 30 de Julho às 13:07
A palavras chulas, triviais e grotescas devem ser suprimidas, inclusive as que atentam contra a liberdade de expressão.
 
Antonio
Antonio - 30 de Julho às 13:04
Esses comentários ofensivos devem ser suprimidos. O espaço aqui é livre.
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:59
renato penha Uma coisa e o fato comprovado do estrupro da filha outra é o desaparecimento da Eliza...Concordo. No caso pai a um crime concreto, condenado... No caso do desaparecimento, nao tem provas, é suposição.
 
Ronaldo
Ronaldo - 30 de Julho às 11:58
goataria de falar para a eduarda Nascimento o mesmo que o rei da Espanha disse ao hugo chavez PORQUE NÃO TE CALAS?
 
Ronaldo
Ronaldo - 30 de Julho às 11:58
Comentário deletado por estar em desacordo com o termo de uso do portal UAI aceito no ato do cadastro do usuário.
 
renato
renato - 30 de Julho às 11:38
oque tem haver o processo do pai da Eliza com o assassinato?Nada!Uma coisa é o processo dele.OUtra o assassinato da Eliza. O processo dele independente de qualquer coisa não inocenta Bruno e a quadrilha de forma alguma!
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:17
a%u201D, ambos do Código Penal, à pena de 08 (oito) anos de reclusão, em regime inicial fechado, ressaltando-se que a presunção de violência encontra-se devidamente descrita na peça acusatória. Lançadas tais considerações, passo a análise do recurso interposto
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:16
ocasiões o mesmo introduzia o pênis em sua vagina, portanto, Luiz Carlos Samudio, constrangeu a menor à conjunção carnal(grifei %u2013 fls. 02). Sentenciando, o MM. Juiz a quo julgou procedente a denúncia, condenando o réu LUIS CARLOS SAMUDIO, nas sanções do artigo 213 c/c artigo 224,
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:15
na casa de Luiz, ambos sozinhos, o mesmo ia até o quarto da menor, a pegava no colo e a levava para o quarto do mesmo, que a colocava em uma cama de casal, tirando as roupas de ambos e acariciando as partes íntimas da vítima, colocando o dedo em sua vagina, e que em outras
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:12
No dia 06 de dezembro de 2003, na rua Dourado, nº 426, bairro Profilurb, nesta cidade e comarca de Foz de Iguaçu/PR, Luiz Carlos Samudio, convidava sua filha de apenas 10 anos de idade M.P.S., para pernoitar em sua casa nos finais de semana, após três meses pernoitando todos os finais de semana na
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:10
Eu fiquei revoltada, em ver ele na record, dizendo que é mentira, quando ta provado e condenado pelo juiz, que e verdade. O pior não aconteceu somente uma vez,para dizer que estava fora de si, foram varios dias.Teve conjunçao carnal.
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:08
Querem saber sobre o estrupro, que seu Luiz samudio nega? Entre aqui: http://www.fabiocampana.com.br/2010/07/pai-de-elisa-samudio-tem-acusacao-de-abuso-sexual-de-menor/
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:08
Não vamos misturar direitos penais com trabalhista. Bruno tem todo o direito de receber seu dinheiro, que foi trabalhado. Ainda nao tem DNA, e Luiz Samudio ja mostrou que quer o pagto dele, vai entrar na justiça.
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:06
Cada vez mais que Luiz Samudio abre a boca, fica claro que quer dinheiro. Ontem foi o cumulo , dizer que vai entrar na justiça esta semana, para impedir o flamengo de pagar o que deve para Bruno. Tem que ser depositado em juizo. Ele quer pegar uma parte.
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:04
Lazaro O cara esta em MG, porque a record esta pagando tudo pra ele, em troca da exclusividade. por ai vc ver o interesse.
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:03
Diferente do pai da Mercia, que saiu a procura do corpo, e que ate o ultimo minuto tinha esperança, por mais que mostrava o contrario, que a filha estav viva.O amor de um pai. Luiz Samudio desde o primeiro dia, nunca cogitou, para ele interessa ela morta.QUER MONEY
 
eduarda
eduarda - 30 de Julho às 11:01
Lázaro Damaceno Nossa lazaro.. Disse tudo no seu comentario! E tao notorio que Luiz Samudio quer so dinheiro, antes de uma sentença condenatoria, o cara disse que vai processar RJ, Brasil, e o Flamengo. M omento nenhum o vi chorar a morte da filha, lamentar
 
Lázaro
Lázaro - 30 de Julho às 10:20
BOM DIA SR JOSE, QUEM RATIFICA A PRISÃO DAS PESSOAS E O JUIZ, SE O SR ACHAR QUE HÁ ERRO QUANTO A ESSE CASO, FAÇA DENUNCIA JUNTO A OAB-MG, DIREITOS HUMANOS, E MINISTERIO PUBLICO.
 
Fernando
Fernando - 30 de Julho às 10:15
Helinho Oliveira: perdoe-me pela intromissão mas "sega", " se não"? Não vamos assassinar, também, a nossa língua pátria!
 
Lázaro
Lázaro - 30 de Julho às 10:14
OI PESSOAL, O QUE ME ENTRISTESSE E A PESSOA SENDO PAI DE UMA PESSOA SUPOSTAMENTE MORTA, QUE NÃO FEZ NADA POR ELA, UMA VEZ QUE FALAM QUE ELA ESTAVA DEPENDENDO DE AMIGOS, E AGORA DE OLHO NO DINHEIRO, O FILHO DA P......VEM DA UMA DE BOM SAMARITANO.
 
Fernando
Fernando - 30 de Julho às 10:12
jose rÃ?la: Se voce é testemunha de um crime, como diz, porque se cala e não "corre atrás" já que a vítima era seu amigo? Se toca...
 
jose
jose - 30 de Julho às 09:58
por que o bruno ta preso mesmo? ja vi 2 pessoas matando um amigo meu aqui em barra longa , e eles continuam soltos como se nada tivesse acontecido.só porque o bruno é famoso eles acham que podem fazer isso .palhaçada ein delegado...............
 
Helinho
Helinho - 30 de Julho às 09:46
Comentário deletado por estar em desacordo com o termo de uso do portal UAI aceito no ato do cadastro do usuário.
 
manuella
manuella - 30 de Julho às 08:56
Continuo apostando que as coisas vão mudar em favor do bruno.Vi na tv o Quaresma com o livro do Cleves..
 
manuella
manuella - 30 de Julho às 08:54
Bom dia!!!! Pensei em não mais voltar aqui,por vários motivos.Principalmente pelos comentários baixos ,linguajar "chulo"...Discordo, mas respeito os outros, é questão de princípios!!!
 
Israel
Israel - 30 de Julho às 08:53
Hoje termina este trabalho de investigação desgastante por parte da PC. Parabéns a vocês que trabalharam neste caso dia e noite sem medir esforços. A cobrança agora é que seja apurado e divulgado o nome de quem passou a filmagem do avião para a rede globo.
 
Helinho
Helinho - 30 de Julho às 08:50
Comentário deletado por estar em desacordo com o termo de uso do portal UAI aceito no ato do cadastro do usuário.
 
Helinho
Helinho - 30 de Julho às 07:55
A justica no Brasil pode ser lenta, e burocratica, so nao pode e ser sega e surda, p/ nao ver o que ocoreu nesse monstruoso caso Eliza, esses monstros tem que pagarem com pena maxima, se nao sera o maior escandalo da justica brasileira no seculo, todos nos brasileiros queremos que seja feita justica.