SIGA O EM

Advogado pede transferência de Sérgio para o Ceresp

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/07/2010 10:28 / atualizado em 23/07/2010 10:43

Liliane Luchin /TV Alterosa , Priscila Robini /

O advogado Marco Antônio Siqueira, que defende Sérgio Rosa Sales, primo do goleiro Bruno, foi até o Departamento de Investigações (DI) para entregar um pedido ao delegado chefe do DI, Edson Moreira. O documento pede que Sérgio volte a ficar preso no Ceresp São Cristóvão, onde estava encarcerado desde o dia 7 de julho.

Sérgio foi levado para a Penitenciária Nelson Hungria logo depois de sair do Juizado da Infância e da Juventude de Contagem, na tarde de quinta-feira. Ele participou da Audiência de Instrução e Julgamento do adolescente que confessou participação no sumiço de Eliza Samudio. Outros investigados no caso também estão presos na Nélson Hungira, entre eles o goleiro Bruno, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, e o ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola.

O advogado alega que seu cliente é uma testemunha do caso e que a penitenciária não é o lugar mais adequado para mantê-lo detido. Marco Antônio também disse que a Nélson Hungria aloja criminosos de maior periculosidade. Segundo ele, Sérgio tem colaborado com as investigações e no Ceresp o acesso ao cliente seria mais fácil. O delegado Edson Moreira achou as alegações do advogado pertinentes e encaminhou o pedido para a Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) que vai analisar o documento.

 

Confira o especial Caso Bruno