SIGA O EM

Defesa de suspeitos sofre sucessivas derrotas na Justiça

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 268593, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Renato Weil/EM/D.A Press', 'link': '', 'legenda': '\xc9rcio Quaresma, que um dia antes havia manifestado certeza absoluta de que voltaria a defender Dayanne, mostrou carta em que a investigada o reconduziu ao caso ', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2010/07/21/169907/20100721073014679517o.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': None}]

postado em 21/07/2010 07:07 / atualizado em 21/07/2010 18:00

Roney Garcia /Estado de Minas

Renato Weil/EM/D.A Press

A tentativa de esclarecer o desaparecimento e suposto assassinato da modelo Eliza Samudio, de 25 anos, ex-amante do goleiro Bruno Fernandes de Souza, também de 25, foi marcada na terça-feira por derrotas judiciais para a defesa dos acusados e por reviravoltas que, no inquérito policial, pareceram sob encomenda para favorecer os advogados dos suspeitos. Tudo temperado por declarações do principal defensor do jogador, Ércio Quaresma, que decidiu terça-feira ressuscitar a tese de que Eliza está viva – mesmo sem apresentar qualquer indício que respaldasse a ideia e contrariando pistas coletadas na investigação policial, incluindo depoimentos reforçados por traços do sangue da jovem colhidos em perícias.

No campo da investigação, a mulher do goleiro, Dayanne Rodrigues do Carmo, de 23 anos, protagonizou uma reviravolta no caso, aparentemente sob medida para os interesses da defesa. Um dia depois de anunciar a troca de advogados, supostamente decidida a colaborar com a apuração, ela recuou. Em carta apresentada ontem pelo próprio Ércio Quaresma, Dayanne o reconduz ao caso e acusa policiais de irregularidades. Antes da decisão, ela deu uma informação que tumultuou as investigações. No período em que estaria ajudando a polícia, Dayanne afirmou ter visto Eliza viva em 10 de junho, um dia depois da data em que, segundo as apurações, a jovem teria sido assassinada.

Coincidência ou não, Quaresma – que anunciara na véspera, com a mesma certeza de que o Sol nasceria no dia seguinte, que Dayane voltaria a ser defendida por ele – retomou ontem a estratégia de desacreditar a investigação, sustentando que Eliza está viva. “Enquanto eu não verificar um atestado de óbito ou exame de necropsia, essa moça está viva”, afirmou. “A maior vingança de uma mulher é pôr o homem na cadeia injustamente. Há vários casos assim”, acrescentou, referindo-se à prisão de Bruno.

Dayane não foi a única a engrossar a lista de suspeitos de envolvimento no sumiço da modelo defendidos por Quaresma. Ontem, o advogado chegou ao Departamento de Investigações, no Bairro Lagoinha, na Região Noroeste de BH, escoltando Fernanda Gomes de Castro, de 31, ex-namorada do goleiro. Com ela, já são sete os interesses diferentes atendidos por ele, que defende também o próprio Bruno, cliente mais famoso, além de Luiz Henrique Romão (Macarrão), Elenílson Vitor da Silva, Flávio Caetano de Araújo e Wemerson Marques de Souza (Coxinha), todos detidos.

A mais nova testemunha que estaria disposta a colaborar com a polícia, segundo o próprio defensor, não responderia às perguntas dos investigadores. Sustentaria apenas, depois de orientada pelo advogado, a sua versão do que teria visto em relação a Eliza Samudio.

Negativas

Se no campo das apurações as novidades aparentemente favoreceram a defesa dos suspeitos, na Justiça o resultado não foi o mesmo. Mesmo depois da repentina decisão de colaborar com a polícia, Dayanne teve pedido de liberdade negado ontem. A juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, do 1º Tribunal do Júri de Contagem, na Grande BH, indeferiu o relaxamento da prisão temporária da mulher do goleiro.

De acordo com a magistrada, a liberdade de Dayanne poderia prejudicar a coleta de provas. Ela entende que o decreto da prisão atendeu a todos os requisitos legais, "pois se trata de homicídio doloso praticado na forma qualificada". A juíza afirma ainda que a investigada esteve no sítio de Bruno na mesma ocasião em que a modelo lá ficou em cárcere privado.

No pedido, a defesa de Dayanne alegou não haver motivos que justificassem a manutenção da prisão e citou o princípio da presunção de inocência. Ela está detida desde o dia 7, sob suspeita de ter escondido o bebê que Eliza Samudio dizia ser de Bruno. A mesma juíza foi responsável pelo segundo revés de ontem na defesa dos investigados. À tarde, ela negou liminar em favor do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, identificado pela polícia como Bola, Paulista ou Neném, suspeito de ter executado Eliza. Na decisão, a magistrada afirmou não haver requisitos legais para embasar o pedido.

O advogado de Bola, Zanone Manuel de Oliveira Júnior, entrou com o pedido na sexta-feira, para tentar garantir que Bola não fosse obrigado a depor. No pedido, diz que o cliente "quer ver garantido o seu direito de permanecer calado e negar-se a participar de qualquer diligência policial". Acrescentou que o suspeito teve direitos desrespeitados e pediu a invalidação de qualquer depoimento prestado sem o acompanhamento dos advogados.

Para a juíza, porém, o investigado “sustenta que está sendo pressionado a depor, mas não provou o alegado constrangimento que estaria sofrendo”. “Não vislumbro em eventuais conduções do impetrante ao Departamento de Investigações qualquer ilegalidade ou abuso de poder", afirmou a magistrada, na decisão. Ela também negou o pedido do advogado para acompanhar todos os depoimentos do cliente.

Na terça-feira, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais negou mais um habeas corpus em favor de Bruno. O pedido partiu de um advogado da Bahia e foi indeferido por falta de documentos. (Com agências)

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
rogerson
rogerson - 21 de Julho às 18:47
a pc de minas esta muito confusa,estao deixando muitas contradiçoes nos autos,ta muito estranho,ta parecendo que tem coisas graudas envolvidas.
 
mardos
mardos - 21 de Julho às 12:50
só o fato de ser um advogado para todo o grupo ja é indicio de formação de quadrilha q da o acréscimo de mais um terço no total da pena, cadeia neles, ainda bem q é uma juíza e q ela vai se sensibilizar com a agressão sofrida por uma mulher
 
mardos
mardos - 21 de Julho às 12:46
Se o bruno sair a festa vai ter só noia, vai q é sua quaresma
 
Antonio
Antonio - 21 de Julho às 11:54
Ate então meu pq conheciemtno com poder para ressucitar mortos foi Jessu, Mas parece que ele voltaou em forma de Quaresma, bom, Quaresma me lembra Jesus. o certo é o Quaresma e seus clientes estão certos, a PC delegados e delegadas estão errados, eles, sim tem que serem punidos e presos
 
Adriana
Adriana - 21 de Julho às 11:17
Ate agora nao tem porque,a juiza e delegadas de contagem estarem neste caso...o suposto crime nao aconteceu em contagem,os acusados e a vitima nao moram lá. tinha que ser em esmeralda,ribeirao das neves.
 
Jônathas
Jônathas - 21 de Julho às 11:17
Penso que a Polícia falou muito na hora errada, facilitou demais a defesa, criando falsa expectativa, se não tiver nada novo, todos vão ser absolvidos por faltas de provas, provas estas tão necessárias quando não se encontra o corpo. Vejo que tem muito PC postando por aqui.
 
Adriana
Adriana - 21 de Julho às 11:13
Subindo para comentar esta noticia Delegadas ainda acompanham investigações
 
Henrique
Henrique - 21 de Julho às 10:53
Esse advogado tá com tudo, ele ressucita até defunto vítima e vai apresentá-lo no dia do julgamento. Vá ver ela está escondida na casa dele como faxineira doméstica.
 
renato
renato - 21 de Julho às 10:22
quaresma noiado!
 
renato
renato - 21 de Julho às 10:21
estou com saulo!
 
hermano
hermano - 21 de Julho às 10:21
O advogado foi contratado para defender o Bruno. E é isso que ele está fazendo. Vocês esperavam o quê, seu bando de ignorantes? Foda-se que ele foi preso com drogas. Quem vai ser julgado não é ele. QUALQUER PESSOA tem direito à AMPLA DEFESA.
 
Flammarion
Flammarion - 21 de Julho às 09:59
Sandra, o que leva o Quaresma a fazer essa defesa além do dinheiro é o marketing que ele faz de graça, pois todos os dias está na imprensa. Para os réus, é lucro também pegar penas pequenas. E o que não vai faltar são crimes como esse, o do promotor e dos nardoni. Ele virou referência na bandidagem
 
Saulo
Saulo - 21 de Julho às 09:48
Esse advogado, quando não está com "crack" defente "ex-craques", mas nunca larga o crack... Ê advogado craquero... Toma prumo rapaz, apresente a defesa de seus clientes ao sistema judiciário e não a mídia. A midía não julga, apenas expoõe os fatos, o povo que forma o juri e ajuda a julgar... Fumão!
 
Saulo
Saulo - 21 de Julho às 09:41
Esse advogado de defesa, é um cara capaz! Defende mais de 07 pessoas ao mesmo tempo e tem o poder conduzir todos ao mesmo caminho "a merda" é isso ai! Fiquem calados, que juiz não delegado não! Falou, tá falado e não tem churumela... Os Magistrados e Promotores já não gostam do Quaresma... Vão moer.
 
rubens
rubens - 21 de Julho às 09:35
ESSAS MODELOS DÃO UM TRABALHO!....
 
Solange
Solange - 21 de Julho às 09:33
gladyston moreira, tomara que você tenha razão! Assim Eliza poderá criar os "2" bebês. A justiça será feita.
 
rubens
rubens - 21 de Julho às 09:32
ESTE ADV. GOSTA MESMO DE "CRACK." QUANDO BATE A NÓIA ELE VÊ A ELIZA VIVA, NA LARICA ELE COME "MACARRÃO" E DEPOIS QUE ESTÁ SÃO ELE JOGA "BOLA" E FALA ASNEIRA. A OAB COM ADV.DESSE VAI DE MAL A PIOR.
 
Saulo
Saulo - 21 de Julho às 09:29
O "adevogado" de defesa, tem uma ficha extensa em prol de bandidos e assassinos! Mal sabe ele que nesta ele entrou para perder e fica ai parecendo o "homem da cobra" que fala muita, mas muita abobrinha... Sem noção! Me lembra a musica das arquibancadas do Mineirão... EEEEh esse adevogado ta...
 
FAUSTÃO
FAUSTÃO - 21 de Julho às 09:23
BOM MESMO É VER O RATINHO "SBT" FALAR DESTE TAL DE QUARESMA, "COMEÇA COMO ARTISTA DE TEATRO".
 
adão
adão - 21 de Julho às 09:20
Quaresminha, devagar com o andor que o santo é de barro, e tu pode virar peixe na semana santa. Tbm acho que foi a ELiza que fez tudo, inclusive comeu os cachorros do "Bola". Tome tento Quaresma, essa galera precisa é sapeca aiaiai, pra abrir o bico. Delega dá desempeno no macarrão que ele canta
 
gladyston
gladyston - 21 de Julho às 09:05
Qualquer dia, essa tal de Eliza, vai aparecer de barriga de outro jogador!
 
Eduardo
Eduardo - 21 de Julho às 09:03
A estrategia deste advogado é boa, porem vai car por terra. Na hora em que forem depor em juizo haverao contradições e sera mais dificil tentar achar uma versao unica para os fatos. Se nao colaborar com que os acusados deponham, vai ter dado um tiro no proprio pe la na frente.
 
AP
AP - 21 de Julho às 08:52
olha o nível do dr Quaresma: "em 10 de março do ano passado, o advogado foi preso em flagrante, numa localidade conhecida como Vila Ventosa, Favela de Belo Horizonte, com pedras de crack. Segundo o registro de ocorrência, Quaresma ainda teria tentado esconder a droga na boca." fonte: O dia.
 
Rinaldo
Rinaldo - 21 de Julho às 08:52
Deveriam comecar a investigar esse advogado "porta de cadeia".
 
Alberto
Alberto - 21 de Julho às 08:51
Não vamos condenar assim com tanta veemência o Quaresma. Este teatro todo faz parte da profissão dele. É difícil, mas não impossível mostrar a inocência dos acusados ou suspeitos. O tribunal do Júri é que decide baseado em provas e estas parecem robustas. Eu não sou advogado mas se fosse não teria ta
 
itamar
itamar - 21 de Julho às 08:47
Tomara que a policia tem tudo que está falando, pois está demorando demais para resolver o caso que segundo a delegada ja estava praticamente resolvido, e que ate agora continua do mesmo jeito, isso tá me cheirando danos morais contra o estado, pq a policia nao sabe ficar com o bico fechado!!
 
Luis
Luis - 21 de Julho às 08:46
A imprensa está induzindo que as pessoas acreditem em uma história que ainda não tem contundência de provas para condenar os acusados. Caso os responsaveis sejam soltos, vão clamar sobre impunidade no país. Será que vender jornal, vale mais que a vida das pessoas?
 
Maria
Maria - 21 de Julho às 08:45
O advogado que defende quase todos os envolvidos, vai convencer os seus clientes a inocentar o Bruno porque, dentre todos, Bruno é o único que tem condições financeiras de pagar os altos honorários para sua defesa e de toda a corja.
 
Laercio
Laercio - 21 de Julho às 08:44
Quem é esse tal de Ercio Quaresma? Fiquei sabendo através de uma reportagem do mesmo e,simplesmente fiquei estupefato.
 
Luis
Luis - 21 de Julho às 08:43
O único fato comprovado nesta história é que Eliza Samudio está desaparecida. Seria bom que a imprensa tivesse mais cautela para não atrapalhar ainda mais os trabalhos da Polícia e da Justiça. O trabalho da imprensa não é o de fazer pressão, é apenas de relatar!
 
Artur
Artur - 21 de Julho às 08:33
Este advogado é um tremendo picareta deveria ser caçado pela OAB e esta turma que defende ele e seu estilo de trabalho é pior do que ele. parabens para a policia e justiça
 
Ricardo
Ricardo - 21 de Julho às 07:57
Se este Quaresma sustenta com certeza que eliza está viva e que a maior vingança de uma mulher é colocar o homem na cadeia... é por que ele sabe onde ela está ... se não estiver na casa dele !!!
 
Rinaldo
Rinaldo - 21 de Julho às 07:44
O advogado faz a parte dele: Se o Bruno ficar solto e voltar a jogar futebol, o que não é muito difícil, este cara vai ficar bem na fita!!!!
 
Jean
Jean - 21 de Julho às 07:43
Nenhum HC foi julgado o mérito, somente, pedido de liminar. Não vejo nenhuma derrota nisso. Nesta fase do inquérito é complicado relaxar prisão de quem de forma direta "presenciou os fatos". Por outro lado, espero que a PC esqueça os holofotes e trabalhe na forma da lei, garantindo a legalidade.
 
sandra
sandra - 21 de Julho às 07:31
O que leva esse advogado a querer defender tanta gente? O preço deve ser assim. Defendo 3 pelo preço de um. Não é possível. E ele gosta de um holofote. Esse negócio todo está uma brava luta pra ver quem aparece mais nas telas das emissoras de tv. Felismente existe um artefato chamado CONTROLE REMOTO.