SIGA O EM

Advogado de adolescente não quer acareação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 19/07/2010 15:15 / atualizado em 19/07/2010 15:36

Amanda Almeida , João Henrique do Vale

O advogado Eliézer Jônatas de Almeida Lima, defensor do adolescente de 17 anos, primo do goleiro Bruno, que confessou ter participado do sequestro da ex-namorada do jogador Eliza Samudio, disse, no início da tarde desta segunda-feira, não desejar que o menor passe por acareação.

Segundo o advogado, caso o juiz autorize a acareação, ele deve orientar o cliente a não falar nada. Para ele, enquanto não defendia o adolescente, o garoto foi induzido a dar versões diferentes do fato. O menor era ouvido sem a presença de um curador, ou um responsável legal, o que para Eliézer não deveria acontecer. Mesmo assim ele não sabe se vai pedir a anulação dos depoimentos. Esta decisão só tomará depois de analisar o inquérito.

O advogado disse ainda, que o menor parou de falar porque não aguentava mais se sentir pressionado . No último depoimento no CEIP, o adolescente foi ouvido por 8h com a presença apenas de funcionários do CEIP. Ele estiveram no local só para comprovar que o menor não seria agredido.

Audiência

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) informou, nesta segunda-feira, que foi marcada para a próxima quinta-feira, na Vara da Infância e da Juventude de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a audiência de instrução e julgamento do processo do adolescente de 17 anos, primo do goleiro Bruno. Ele é acusado de participação no sequestro de Eliza Samudio e na ocultação de cadáver da modelo.

Na audiência cinco testemunhas serão ouvidas, o goleiro Bruno, Luiz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, Sérgio Rosa Sales, primo do jogador e o tio do adolescente.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Jack
Jack - 19 de Julho às 22:11
Coitado do adolescente, é uma criança! O próprio pai disse que essa criança não só é usuário de drogas como traficante! Se o advogado dele acha que ele é tão bonzinho por que não adota o coitado depois que ele sair da prisão?
 
Jack
Jack - 19 de Julho às 22:11
Coitado do adolescente, é uma criança! O próprio pai disse que essa criança não só é usuário de drogas como traficante! Se o advogado dele acha que ele é tão bonzinho por que não adota o coitado depois que ele sair da prisão?
 
Jack
Jack - 19 de Julho às 22:11
Coitado do adolescente, é uma criança! O próprio pai disse que essa criança não só é usuário de drogas como traficante! Se o advogado dele acha que ele é tão bonzinho por que não adota o coitado depois que ele sair da prisão?
 
mardos
mardos - 19 de Julho às 17:05
Adriana cunha,estagiaria de direito contratada pelo grupo do Bruno para ser formadora de opiniões na net,lambe chuteiras sem caráter capaz de vender a própria,alma ao diabo, gentalha, vc esta se tornando tão hedionda quanto os demais participantes deste homicídio
 
mardos
mardos - 19 de Julho às 17:02
Adriana vc é total insensata, acusa policia, delegado e outros mais e defende homicidas, quem liga para oq fala?
 
mardos
mardos - 19 de Julho às 17:00
Adriana afinal vc é só mais uma estagiaria contratada pelo grupo do Bruno para formar opiniões favoráveis a ele e seus cúmplices, cuida ai da sua missão impossível e inescrupulosa e que Deus te perdoe.