Beija-Flor chega cautelosa para apuração no Rio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 410750, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'VANDERLEI ALMEIDA / AFP', 'link': '', 'legenda': 'Beija-flor se apresentou no primeiro dia de desfiles do Rio de Janeiro', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2012/02/22/279477/20120222155804168959a.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': None}]

postado em 22/02/2012 15:52 / atualizado em 22/02/2012 15:59

Agência Estado

VANDERLEI ALMEIDA / AFP
Sempre favorita e vencedora em 2011, a Beija-Flor de Nilópolis chegou com um discurso cauteloso à apuração no sambódromo do Rio de Janeiro na tarde desta quarta-feira, 22. A escola já perdeu um décimo pelo fato de a comissão de frente não ter se apresentado diante dos jurados do setor 3, segundo o diretor de Carnaval, Luiz Fernando do Carmo, o Laila.

Homem forte da Beija-Flor, Laíla disse que teve dificuldades neste carnaval e só começou a trabalhar mais intensamente no barracão em novembro. "Acho que o patrono não quer mais saber da Beija-Flor", afirmou, referindo-se ao bicheiro Aniz Abraão David o Anísio, que foi preso há dois meses.

Muito ligado a Anísio, Laíla cogita sair da escola. "Sem mim ou sem o patrono a escola não vai deixar de sair. Outras pessoas estão preparadas para assumir. Sou oriundo de família pobre, venho do Salgueiro e jamais pensei em ser um dos grandes nomes do carnaval", afirmou o diretor. Laíla disse que desde antes do carnaval já pensava em deixar a Beija-Flor.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600