Patrimônio mundial pula até com caixão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 410676, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'NENO VIANA/BARROCOPRESS', 'link': '', 'legenda': 'Bandalheira Folcl\xf3rica voltou a animar ontem \xe0 tarde multid\xe3o na Pra\xe7a Tiradentes, em Ouro Preto ', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2012/02/22/279411/20120222101015196698i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': None}]

postado em 22/02/2012 10:10 / atualizado em 22/02/2012 10:20



NENO VIANA/BARROCOPRESS

Na terça-feira gorda, em Ouro Preto, ninguém fez dieta de folia. De acordo acom os organizadores, cerca de 45 mil pessoas pularam e cantaram nas ruas e becos da cidade, que é patrimônio da humanidade. Com tanta farra, a antiga Vila Rica se transformou em “patrimônio mundial da folia”, segundo os milhares de visitantes. Na tarde de ontem, a Bandalheira Folclórica fez furor no Centro Histórico.

Um dos mais tradicionais blocos de Ouro Preto, a Bandalheira comemora 40 anos de fundação e mantém a irreverência. Os integrantes saem com penicos na cabeça, rolos de papel higiênico na cintura e instrumentos inusitados nas mãos. Os foliões foram de um extremo ao outro: enquanto uns curtiram o Bloco do Caixão, jovens evangélicos com bateria e empolgação seguiram o Jesus é Bom à Beça.

Nos espaços oficias, a animação também foi intensa. No Espaço Zé Pereira (Antônio Dias), teve samba de Roda com Grupo Ousadia, Charanga do Vai-Quem-Quer e Incrível Banda; no Espaço Tunico Zelador (Praça Tiradentes), shows com Sr. Tito e Banda Anjos e Grupo Vira-Saia, Cia. de Dança Enigma e Banda Nosso Stylo; no Galanga (Rua das Flores), Projeto Rede Folia – HipHop; no Clube dos Batutas (Largo do Cinema), Baile de Carnaval e Som Maior Orquestra, com a BandAbalô; no Bené da Flauta (Largo da Alegria), Projeto Candonguêro convida Vila Rica Orquestra e Projeto Candonguêro: Era uma vez um Carnaval; e na Arena da Folia (Praça da Ufop), CarnaRave.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600