Bonecos gigantes e foliões disputaram espaço nas ruas íngremes de Olinda

Encontro de maracatus bateu recorde e reuniu mais de 12,5 mil trabalhadores rurais na cidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 410530, 'arquivo_grande': None, 'credito': 'Moacyr Lopes Junior/Folhapress', 'link': '', 'legenda': 'Encontro do maracatu rural re\xfane 115 agremia\xe7\xf5es em Olinda', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2012/02/21/279253/20120221112609792395e.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': None}]

postado em 21/02/2012 11:20

Mara Puljiz /Correio Braziliense

Moacyr Lopes Junior/Folhapress
 

Repleta de ladeiras, a capital do frevo de Pernambuco reuniu mais de 500 mil foliões no carnaval deste ano. As ruas de Olinda ficaram lotadas ainda no início da manhã de ontem, durante apresentação dos blocos, mesmo com o calor de 30°C e das várias subidas íngremes. Com as mais variadas fantasias, o público esbanjou animação e manteve a tradição de fazer uma festa popular organizada pela comunidade local.

Todos os anos, Olinda reúne gente de vários estados brasileiros e do exterior. Ontem, foi palco do Encontro de Maracatus de Baque Solto, o chamado maracatu rural, formado por lavradores vindos de cidades do interior pernambucano. Pelas ruas, diversos bonecos gigantes faziam a alegria do povo. Quem participou da folia não reclamou. “Aqui tem o melhor carnaval do mundo. É frevo, é samba, é maracatu. Para nós, não tem chuva ou calor, e as ladeiras são energéticas”, disse a costureira Iracema Nunes, 61 anos, de Olinda.

Michael Jackson, Barack Obama, Luiz Gonzaga, Marcelo D2. Todas essas personalidades estavam reunidas em versão macro no Encontro de Bonecos Gigantes em Olinda ontem. Símbolos do carnaval da Cidade Patrimônio Histórico da Humanidade, os bonecos se concentraram a partir das 7h no Largo do Guadalupe. O homenageado do carnaval do Recife, Alceu Valença, também desfilou gigante pelas ruas. Durante a concentração, foliões aproveitavam para ficar mais perto dos bonecos e tirar fotos. Capiba, Nelson Mandela e Ariano Suassuna estavam presentes como alegoria.

Cerca de 12,5 mil trabalhadores rurais da zona canavieira de Pernambuco trocaram as enxadas por fantasias ontem, para desfilar com seus grupos de maracatus no Carnaval de Olinda, Aliança e Nazaré da Mata. Foi um recorde de participantes, segundo a Associação dos Maracatus de Baque Solto do estado. No ano passado, segundo a entidade, 11,8 mil lavradores participaram dos desfiles. Das 116 agremiações em atividade, 115 participariam da festa. A previsão é que o evento só termine hoje.

Entre as atrações, estavam o Cambindinha, a mais antiga agremiação, fundada em 1914, e o Piaba de Ouro, a maior de todas, com 220 integrantes. O maracatu rural, ou de baque solto, é conhecido por seus caboclos de lança, personagens que representam guerreiros e usam grandes perucas coloridas, lanças decoradas e mantos bordados com chocalhos presos na base. Cada fantasia chega a pesar 40 quilos.

MARCO DA FOLIA
No Recife, a animação também não deu tréguas. Além dos tradicionais encontro de blocos ao longo do dia, turistas e pernambucanos prometiam varar a madrugada nas ruas, concentrando-se no Marco Zero, onde estava previsto o show de Seu Jorge, seguido por Nação Zumbi, cuja apresentação estava marcada para a madrugada de hoje.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600