Rede inaugura supermercado em BH e aposta em marca própria para fisgar clientes

Com atuação em São Paulo e no Rio Grande do Sul, rede DIA abrirá oito lojas até o final do ano na região metropolitana

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 01/11/2013 12:50 / atualizado em 01/11/2013 16:18

Fernanda Borges

A chegada da rede de supermercados Dia, na Grande BH, promete acirrar ainda mais a disputa no setor.  Somente em 2012, os supermercados faturaram R$ 25,7 bilhões em Minas Gerais. De olho nessa fatia, a rede fundada na Espanha e presente no Brasil desde 2001 inaugurou ontem sua primeira unidade em Belo Horizonte, no Bairro Luxemburgo. Até o fim do ano, serão oito lojas distribuídas nos Bairros Glória, Buritis, Santa Efigênia, Santa Teresa, Padre Eustáquio e em Venda Nova e Ribeirão das Neves. Segundo a empresa, o foco será na comercialização de produtos de marca própria, com preços até 20% mais em conta do que os de marcas tradicionais.


Além do Brasil, o grupo também atua na Argentina, China, França, Portugal e Turquia. No Brasil, são mais de seis mil funcionários, seis centros de distribuição e mais de 500 lojas em São Paulo e no Rio Grande do Sul. No ano passado, a marca DIA atingiu vendas brutas no valor de 2.730 milhões de euros nos seis países onde atua - um crescimento de mais de 5,6% em relação a 2011. O Brasil se destacou com um crescimento acima da média da indústria, com um percentual de 23,1%, e 1.592,2 milhões de euros em venda bruta.

Otimismo A rede de supermercados Dia chega a Belo Horizonte num cenário de expansão das vendas no setor. Conforme balanço divulgado durante a 27ª.Superminas Food Show, feira dos supermercados e da indústria da panificação, realizada no fim de outubro no Expominas, em BH, os supermercadistas de Minas Gerais revisaram para cima as projeções de crescimento da receita do setor neste ano, na direção contrária a da expansão modesta da economia brasileira. Em lugar da evolução de 4% do faturamento, descontada a inflação, que era esperada pela Associação Mineira de Supermercados(Amis), o desempenho das vendas até setembro indica taxa de 4,5% em termos reais no ano.

Tags: