Artesanato do Mineirinho vai para a Praça da Estação

Feira que era realizada na Pampulha funciona desde essa sexta-feira no novo endereço

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 04/05/2013 06:00 / atualizado em 04/05/2013 07:31

Geórgea Choucair /Estado de Minas

Euler Junior/EM/D.A Press
 

 A tradicional feira do Mineirinho, na Pampulha, mudou de lugar. Cerca de 200 artesãos foram transferidos para Avenida do Contorno, 1.079, ao lado da Praça da Estação. A nova Feira de Artesanato da Estação conta com barracas oferecendo variedades de bolsas, bijuterias, calçados, roupas e artigos de decoração, além de 25 lanchonetes. O imóvel, de 4 mil metros quadrados, era ocupado pela Igreja Mundial e pertence ao empresário Mário Valadares, proprietário do Shopping Oiapoque.

 A feira estava há 10 anos no Mineirinho e ocupava o hall do estádio e o estacionamento. O contrato de locação determinava que se houvesse uma reforma os artesãos seriam obrigados a se retirar. “Como não temos espaço para os outros 200 artesãos que não foram para a Estação, pedimos sensibilidade da prefeitura e do governo para abrigar essas pessoas”, afirma Eliana Lança, presidente da Associação dos Expositores da Feira de Artesanato da Lagoa.

 Segundo ela, muitos feirantes preferiram não ir para a Praça da Estação, com medo de perder a clientela da Pampulha. “Mas vai ser uma grande oportunidade de continuar com a atividade de trabalho do artesão”, diz. Cada banca vai pagar cerca de
R$ 200 de mensalidade.

 Sem aventura

 A Feira da Estação começou a funcionar ontem, das 16h às 22h. Aos sábados vai abrir das 10h às 19h. No Mineirinho, os dias eram diferentes: quinta e domingo. “A feira tem tudo para dar certo, pois os artesões já exercem a atividade há muito tempo, não são aventureiros”, afirma Mário Valadares. O imóvel, diz, está dentro de um cinturão cultural onde não existe muito movimento. “A feira vai trazer uma revitalização para a região”, reforça Valadares. A feira vai contar ainda com shows ao vivo.

 Aproximadamente 400 expositores e mais de 4 mil pessoas estavam envolvidas com a realização da Feira do Mineirinho, direta ou indiretamente. A última edição no estádio foi promovida em 21 de abril. O término da feira foi determinado para que o estádio seja reformado em virtude da preparação para a realização da Copa do Mundo de 2014. Na manhã de 21 de abril, os feirantes realizaram uma manifestação em frente ao Mineirinho e bloquearam o trânsito na Avenida Abraão Caram contra o fechamento da feira.

 Na avaliação de Valadares, a nova feira não vai ser influenciada pelo consumo dos shoppings populares. “Quem vai hoje ao Oiapoque é para comprar produto típico de shopping popular. Não tem relação com o artesanato”, diz.

Tags: