TST marca primeira audiência para acordo nos Correios

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 14/09/2012 15:29

Estado de Minas

Na próxima quarta-feira, será realizada a primeira audiência de conciliação do pedido de dissídio coletivo protocolado pelos Correios contra a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect). A audiência será às 10h30, na sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília. O processo foi distribuído para a vice-presidente do TST, ministra Cristina Peduzzi, responsável por designar e presidir audiências de conciliação e instrução de dissídio coletivo.

A ação protocolada pela ECT pede a intermediação do TST, em vista da greve e do esgotamento das negociações com a Fentect. Também solicita revisão do acórdão vigente, fruto do dissídio de greve de 2011 e que tem validade por quatro anos, e ainda requer que o Tribunal esclareça cláusula do acórdão sobre a concessão de um vale-refeição/alimentação extra em dezembro de 2011, já pago pela empresa.

A proposta da ECT prevê reajuste de 5,2% nos salários e benefícios, garantindo o poder de compra do trabalhador com a reposição da inflação do último ano. O salário-base inicial, por exemplo, iria para R$ 991,77. Se somado o adicional de atividade que os carteiros recebem, o vencimento subiria para R$ 1.289,30. Este cargo é de nível médio.

Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.