14°/ 31°
Belo Horizonte,
27/AGO/2014
  • (4) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

GREVE » Cinquenta agências do Centro de BH estão fechadas, diz sindicato

Fernanda Penna Borges

Publicação: 27/09/2011 12:16 Atualização: 27/09/2011 12:50

Cerca de cinquenta agências bancárias públicas e privadas localizadas no Centro de Belo Horizonte aderiram à greve nacional dos bancários e estão fechadas nesta terça-feira, de acordo com informações do Sindicato dos Bancários de BH e Região. Segundo sindicato, algumas agências do Bairro Floresta, Região Leste da capital, também não abriram as portas nesta terça-feira. A expectativa da categoria é de que a greve atinja 50% das agências nesse primeiro dia de paralisação.

Durante todo o dia, os grevistas fazem manifestação 'pacífica' na frente das agências de bancos públicos e particulares de Belo Horizonte, com objetivo de fazer com que os bancários que ainda não aderiram à greve apoiem o movimento. Às 14h desta terça-feira, está programada uma 'assembleia de avaliação', onde será discutida os rumos da greve e o levantamento do número de agências bancárias da Grande BH e do interior que aderiram ao movimento.

Em Minas Gerais, a decisão pela greve foi tomada em assembleia realizada nessa segunda feira na sede do Sindicato dos Bancários de BH e Região, no centro da capital. Mais de 500 bancários compareceram à assembleia e rejeitaram a nova proposta da Fenaban com índice de reajuste de 8% em todas as verbas, apresentada durante a quinta rodada de negociação ocorrida na sexta-feira, dia 23 de setembro, em São Paulo. O sindicato também afirmou que o novo índice proposto pelos banqueiros equivale a uma elevação de apenas 0,2% em relação à proposta anterior de 7,8%, rejeitada pelos trabalhadores.

Reivindicações


Os bancários reivindicam 12,8% de reajuste, sendo 5% de ganho real, e aumento do piso para R$ 2.297,51 (segundo os trabalhadores, pela proposta da Fenaban, o piso subiria para R$ 1.350,00). O PLR pedido é de três salários acrescidos de R$ 4,5 mil, além de ampliação do sistema de segurança nas agências.

Em nota, a Fenaban diz que a proposta dos bancos contempla pelo oitavo ano consecutivo correção de salário com aumento real e inclui pisos salariais elevados para uma jornada reduzida. A entidade ressalta que se manteve aberta ao diálogo e apresentou duas propostas econômicas em apenas uma semana. "Por isso, a iminente possibilidade de greve é considerada fora de propósito".

Brasil


A greve nacional dos bancários iniciada nesta terça-feira recebeu adesão de funcionários nos 25 Estados e no Distrito Federal, segundo levantamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf). O único Estado sem greve é Roraima, que deve decidir sobre a adesão ao movimento durante assembleia na noite de hoje.

Os bancários entraram em greve após a quinta rodada de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), ocorrida na sexta-feira, em São Paulo, quando foi recusada a segunda proposta de reajuste de 8% sobre os salários. Anteriormente, os bancos haviam oferecido reajuste de 7,8%.

A categoria quer reajuste de 12,8% (5% de ganho real mais a inflação do período), valorização do piso, maior participação nos lucros, mais contratações e fim da rotatividade, entre outros pedidos.

Esta matéria tem: (4) comentários

Autor: Denver Gomes
Semelhante aos Correios há divergência entre as partes e cada um tenta manipular para o seu lado | Denuncie |

Autor: Wesley Ruschel Figueiredo
CLIENTES SÃO ROUBADOS A TODO INSTANTE NOS BANCOS...NUNCA NA HISTÓRIA DESTE PAÍS BANCOS LUCRARAM TANTO... | Denuncie |

Autor: Wesley Ruschel Figueiredo
Um absurdo! Banqueiros ganham uma fábula e bancários uma lenda...Acorda BrASIL!!! | Denuncie |

Autor: Paulo Rocha
Mais uma greve? Daqui a pouco novidade vai ser TRABALHAR!!! Essa daí não me afeta, quando preciso de banco utilizo caixa eletrônico... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.