18°/ 33°
Belo Horizonte,
18/SET/2014

Pedido de carteira de trabalho só pode ser feito por telefone em BH

Tetê Monteiro - Estado de Minas

Publicação: 07/01/2011 06:37 Atualização:

O agendamento para a emissão de carteira de trabalho em Belo Horizonte não pode ser mais feito pessoalmente na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Minas Gerais, na Rua Tamoios, no Centro da capital. Desde ontem, a marcação para ser atendido é feita somente via telefone, no horário das 8h às 12h.

Outra novidade é que a emissão do documentos está suspensa nas unidades do Sistema Nacional de Emprego de Minas Gerais (Sine) por determinação do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), também desde ontem, conforme informou a assessoria da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese). Segundo a Sedese, as unidades do Sine estão aguardando a instalação de sistema que permite produzir o novo modelo da carteira digitalizada. Assim que o processo for concluído pelo MTE, a emissão volta a ser oferecida nas unidades do Sine, porém, de acordo com a secretaria, ainda não há previsão de retorno do serviço.

Trabalhadores que foram ontem à sede do Ministério do Trabalho em BH , no Centro, ficaram surpresos com as novas medidas. “Faltam informação e comunicação com o trabalhador. Vim até aqui hoje (ontem) para fazer o agendamento e aqui na portaria é que fui informada que a marcação só pode ser feita por telefone. Isso sem falar nos gastos que tive com ônibus”, protestou a cabeleireira Marta Santos Silva.

Após fazer o agendamento por telefone, o prazo máximo para receber o documento digitalizado é de 15 dias úteis, contados a partir do primeiro atendimento, segundo a superintendência regional do MTE. Nas cidades da Grande BH e do interior do estado, os trabalhadores deverão acessar o site do Ministério do Trabalho (www.mte.gov.br), fazer uma busca no link Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego, para ver qual a localidade mais próxima para tirar o documento.

Para tirar a primeira via da carteira, é preciso levar identidade ou certidão de casamento ou nascimento, CPF e comprovante de endereço. Os documentos têm de ser originais ou cópias autenticadas . Carteira de habilitação não vale. Para emitir a segunda via, é preciso levar a carteira antiga ou o boletim de ocorrência em caso de perda, roubo ou extravio, além de toda documentação exigida na emissão da primeira via.

Serviço:
Os telefones para fazer o agendamento em BH são: 3279-6175 e 3270-6176, das 8h às 12h

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.