SIGA O EM

Mistura de Goiás com Bahia

Chef mistura ingredientes típicos da Bahia e de Goiás para criar pratos bem brasileiros

Márcia Pinchemel idealizou o Festival Gastronômico e Cultural de Pirenópolis e é reconhecida como embaixadora da culinária goiana

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 909785, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/08/23/679623/20150818174710241468i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 909786, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': 'M\xe1rcia Pinchemel, 60 anos - Goi\xe2nia - Embaixadora da culin\xe1ria goiana', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/08/23/679623/20150818174814307306i.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 23/08/2015 06:00 / atualizado em 18/08/2015 17:50

Celina Aquino /

Divulgação

Baru, gengibre e azeite de dendê, tudo no mesmo prato? A mistura inusitada só poderia ser invenção de Márcia Pinchemel. “E não é que fica bom?”, garante a baiana, que vive há mais de 30 anos em Goiás. A receita do molho que acompanha um lombo de bacalhau une duas paixões da chef: os frutos do cerrado e os ingredientes de sua terra, a Bahia.

Márcia pegou o gosto pela cozinha com a mãe. “Todo sábado ela fazia feira e no domingo preparava cozido ou feijoada baiana”, relembra. Na década de 1980, quando já morava com a família em Goiânia, ela abriu seu primeiro restaurante. A chef foi quem idealizou o Festival Gastronômico e Cultural de Pirenópolis, inspirada no encontro de Tiradentes, e passou a desafiar os colegas a cozinhar com os frutos do cerrado, que são sempre estrelas dos seus pratos.

Divulgação
Reconhecida como embaixadora da culinária goiana, Márcia se identificou com o baru à primeira vista. Corajosa e ousada, a chef nunca temeu inventar receitas com a semente do cerrado. Em uma bem inusitada, ela juntou o baru com azeite de dendê, pequi e quatro tipos de feijão. Nas mãos da baiana, o produto ainda pode se transformar em gelato, que é servido com calda quente de jabuticaba.

TOQUE BAIANO
Com a cagaita, ingrediente ácido de personalidade forte, não é diferente. Até então, Márcia só tinha visto o fruto em doces, mas ela quis inovar e começou a incluí-lo em pratos salgados. Para o Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes ela criou uma receita com surubim, chantili de cagaita, batata-doce com gengibre, arroz negro com baru e raspas de limão siciliano. “Minha comida sempre tem um detalhe da Bahia. Uso gengibre, azeite de dendê ou leite de coco como forma de homenagear a minha terra e não perder as raízes”, justifica.

Recentemente, a chef decidiu deixar o restaurante onde trabalhava para se dedicar a consultorias e jantares particulares, enquanto prepara um livro de receitas que deve ser lançado ainda este ano. No futuro, Márcia sonha em ter um pequeno restaurante só com frutos do cerrado. “Precisamos usar tudo o que é nosso para elevar a autoestima gastronômica brasileira".

Bacalhau com dendé e baru

Ingredientes

160g de lombo de bacalhau dessalgado; 2 quiabos; qb azeite; qb azeite de dendê,
2 colheres de sopa de pimentão vermelho picado; 1 colher de sobremesa de coentro fresco; 100ml de leite de coco; qb sal;
2 colheres de sopa de baru triturado grosseiramente; 1 colher de café de gengibre; ½ dose de cachaça

Modo de fazer

Grelhe o lombo de bacalhau no azeite e reserve. Lave, enxugue e corte ao meio os quiabos, salteie no azeite de dendê e reserve. Lave e seque os pimentões, descasque o gengibre e corte todos em brunoise. Lave e pique o coentro fresco. Numa frigideira antiaderente, coloque o azeite de dendê e o baru. Deixe soltar o perfume e acrescente o gengibre. Deixe murchar e flambe com cachaça. Coloque o coentro fresco, o leite de coco, os pimentões e deixe ferver. Corrija o sal.Finalização Coloque no centro do prato o bacalhau grelhado, regue com o molho e por cima disponha três pedaços de quiabos salteados.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600